PCP exige apuramento sobre comportamento de Macário Correia até às últimas consequências

Não se podendo separar a prática política e o estilo de gestão Autárquica praticados por Macário Correia, também ele um alto dirigente do PSD, da orientação politica ou projecto Autárquico do mesmo partido, o PCP, através de nota de imprensa que transcrevemos, considera o seguinte:

“Os factos revelados pelo Supremo Tribunal Administrativo – STA, cujo acordão acusa o autarca Macário Correia de condutas ilícitas e violadoras do PDM de Tavira e ao PROT- Algarve, contrariando deliberadamente pareceres escritos emitidos pelos responsáveis técnicos da Câmara Municipal de Tavira – levando o STA a concluir que Macário Correia agiu com elevado grau de culpa, procedimento que suscita condenação, levando à perda de mandato – constituem elementos da maior gravidade, que a confirmarem-se, não podem deixar de ter consequências no plano político.
O PCP chama a atenção para o facto desta situação, ter sido ao longo dos anos sigilosamente ocultada das populações, com o claro objectivo de construir o diáfano manto de “excelente” autarca e de gestor de “elevadas qualidades”, com que se apresentou nas últimas eleições para a Câmara Municipal de Faro, o que constituiu, sem sombra de dúvida, uma tentativa do PSD de enganar os eleitores.
Tal como tal como o PCP e os eleitos da CDU têm vindo a denunciar desde o início do mandato em Faro, a gestão autoritária, prepotente e anti-democrática de Macário Correia e da Coligação PSD/CDS, o agravamento das condições de vida dos munícipes para o qual a sua política conduz, a indisfarçável má gestão e o agravamento dos problemas financeiros da autarquia, são parte integrante de uma política contrária aos interesses das populações de Faro, a que se juntam os factos agora trazidos ao conhecimento publico e que não podem dela ser separados. Confirmando assim a razão das preocupações e das denúncias expressas pelo PCP e pelos eleitos da CDU ao longo dos anos num combate consequente que mais nenhuma outra força política assumiu.

O PCP considera que perante os factos agora divulgados nenhum argumento emitido por Macário Correia a seu favor, secundado ou não pela coligação PSD/CDS-PP que hoje des-governa a Câmara Municipal de Faro, se deve sobrepor, ou impedir o apuramento de toda a verdade e a decisão final da justiça até às as últimas consequências, seja no plano judicial, seja, sobretudo, no plano político”, conclui o documento do PCP.

Deixe um comentário

Filed under Uncategorized

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s