PS FARO EXIGE DISCUSSÃO PÚBLICA DO PASSEIO RIBEIRINHO

O Partido Socialista irá solicitar uma reunião à Sociedade Polis, no sentido de um total esclarecimento sobre o futuro do Programa Polis em Faro. O anúncio surgiu na tomada de posse da nova Comissão Política dos socialistas farenses, que decorreu ontem, Segunda-feira, 25 de Junho, no Clube Farense e que contou com a presença do Presidente do PS Algarve, António Eusébio e do Prof da Universidade do Algarve, Carlos Vieira.

O Presidente da Comissão Política do PS Faro manifestou-se preocupado com as notícias que dão conta do esvaziamento financeiro do Programa Polis, perante o silêncio da actual maioria de direita na Câmara Municipal de Faro.

Recordando as responsabilidades do PS na aprovação do Programa Polís, Luís Graça lançou um repto ao actual Presidente da Câmara de Faro para que “se junte ao PS na exigência que o projecto do Passeio Ribeirinho seja tornado público e discutido pelos farenses”.

“O Passeio Ribeirinho é uma intervenção com história. Nasceu no tempo do socialista João Botelheiro, num projecto coordenado pelo Arq. Lopes da Costa, cuja primeira das três fases foi executada sob a presidência do socialista Luís Coelho – e depois infelizmente abandonada pelo PSD.

Atendendo à ligação que o Partido Socialista tem sobre o projecto do Passeio Ribeirinho e sobre a adesão de Faro ao programa Polis, levada a cabo por José Apolinário, afirmo que é tempo da Sociedade Polis apresentar e abrir um período de discussão pública sobre o projecto do Passeio Ribeirinho, para que os farenses possam pronunciar-se sobre o mesmo.”

Com a sala principal do Clube Farense cheia de militantes e personalidades independentes da Capital do Algarve, o novo líder do PS Faro garantiu “um PS aberto ao exterior e identificado com a alma e o sentir dos farenses, assente na proximidade, no compromisso e na audácia”, anunciando a criação de um Observatório Político e Social que conta já com a adesão de mais de duas dezenas de figuras do Concelho, que vão colaborar com o PS Faro na construção de um projecto e um programa político para as próximas eleições autárquicas.

Luís Graça, Presidente da Comissão Política do PS Faro lançou ainda fortes critica à actual maioria de direita, comparando a actual autarquia a um charco de águas paradas “incapaz de inundar Faro de alma e confiança”, sublinhando que caíram por terra os três mitos eleitorais “o da situação financeira, que é hoje pior do que em 2009; o da eficiência – a política do chicote e do autoritarismo não resolveu nenhum dos constrangimentos da autarquia e do trabalho, pois nada mexe hoje no Município, até mesmo obras que estavam em curso como a Variante Norte estão agora suspensas sem se perceber qual o seu desenlace”.

Refira-se ainda que o antigo Presidente da Câmara Municipal de Faro, João Botelheiro será o novo Porta-voz da Comissão Política do PS Faro.

Deixe um comentário

Filed under Uncategorized

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s