V. R. de Santo António exige reforço da cobertura TDT na sede de concelho

A Câmara Municipal de Vila Real de Santo António considera manifestamente insuficiente o facto de apenas 44 por cento do seu território estar coberto com sinal de Televisão Digital Terrestre (TDT), tendo já solicitado junto da Autoridade Nacional de Comunicações (Anacom) e da Portugal Telecom o reforço de sinal no concelho.

Apesar de este processo não ser da sua responsabilidade, a autarquia está consciente dos transtornos para os munícipes e já solicitou, junto da Portugal Telecom, uma reunião com carácter de urgência de forma a ultrapassar o problema e perceber por que razão VRSA é um dos concelhos, a nível nacional, com menor percentagem de cobertura por sinal de TDT.

Para conhecer a real a dimensão do problema, a autarquia está também a solicitar aos munícipes, através dos diversos canais de contacto – página online, Portal do Munícipe, Newsletter, Facebook, email e telefone – que reportem as dificuldades sentidas.

Da mesma forma, a Câmara Municipal acompanha, há várias semanas, as reclamações dos residentes que já entraram em contacto com o município, tendo já encaminhado as diversas queixas recebidas para as entidades competentes, ajudando desta forma os vila-realenses a ultrapassar os problemas na captação de sinal.

«Porque sabemos que existem muitas pessoas com dificuldades económicas que não têm acesso aos serviços de televisão paga e têm o direito de continuar a aceder livremente aos quatro canais nacionais, a Câmara Municipal já solicitou uma reunião, com carácter de urgência, à Portugal Telecom, e exige que VRSA tenha as mesmas condições de cobertura dos municípios que dispõem de retransmissores instalados nos seus territórios», afirma o presidente da Câmara Municipal de VRSA Luís Gomes.

«Não podemos aceitar que, em plena malha urbana de Vila Real de Santo António, sejam captados mais de 40 canais espanhóis, enquanto os canais portugueses nem sequer são captados pelos descodificadores compatíveis com a norma portuguesa. Da mesma forma, não nos parece razoável que cada família seja obrigada a gastar cerca de cem euros num kit satélite, que se afigura como a solução alternativa aos serviços de TV paga em 56% da área do concelho», conclui o autarca.

Anúncios

1 Comentário

Filed under Uncategorized

One response to “V. R. de Santo António exige reforço da cobertura TDT na sede de concelho

  1. marta maria batalha pinto viegas

    na minha casa infelizmente estamos todos desempregados fiquei sem tv tenho um filho menor que ja nao pode ver tv com minha situacaso deve haver muitos casais infelizmente

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s