35.º CROSS DAS AMENDOEIRAS EM FLOR DEU VITÓRIA A QUENIANOS

Dulce Félix, pelo terceiro ano consecutivo, e Manuel Damião, em estreia, sagraram-se este domingo campeões nacionais de corta mato ao serem os melhores portugueses na 35.º edição do Cross das Amendoeiras em Flor, ganha, respetivamente, pelos quenianos Correti Jepkoech e Kiprono Menjo.


Prova integrou Nacional de Corta Mato, ganho por Dulce Félix e Manuel Damião

A pista das Açoteias voltou a encher-se de público, no passado domingo, 26 de fevereiro, para assistir a mais uma edição do famoso Cross Internacional das Amendoeiras em Flor.
A prova voltou a animar o concelho de Albufeira com a presença de um total de cerca de 450 atletas a correrem nos vários escalões, numa manhã onde também foi disputado o Campeonato Nacional de Corta Mato.
Individualmente a vitória pertenceu aos quenianos Kiprono Menjo (masculinos) e Correti Jepkoech (femininos), enquanto tanto Manuel Damião como Dulce Félix terminaram a prova na terceira posição.
Desde cedo que o título feminino pareceu entregue a Dulce Félix, a única que acompanhou as principais atletas estrangeiras, a queniana Jepkoech, que ainda antes do meio da prova se isolou, para terminar com folgados 24 segundos de vantagem, e a letã Yelena Prokopchuka, que na parte final viria a ultrapassar a campeã portuguesa.
Mais atrás, as restantes atletas nacionais lutavam pelos restantes lugares no pódio, que viriam a sorrir a Anália Rosa, quinta classificada no Crosse das Amendoeiras, e a Carla Salomé Rocha, que se classificou logo a seguir e se sagrou campeã nacional sub-23. 

A vitória coletiva sorriu ao Maratona CP com 12 pontos, vindo a seguir o Sporting de Braga (49p) e a Adercus (72p).
Na prova masculina, a primeira nota de destaque foi dada pela desistência de Youssef el Kalai, campeão nos dois últimos anos. O triunfo viria a pertencer, pela quarta vez nos últimos cinco anos, a Kiprono Menjo. O etíope Mohamed Burka garantiu a segunda posição, enquanto Manuel Damião se superiorizou a Rui Teixeira e José Rocha na luta pelo título nacional.

Por equipas o Maratona voltou a sagrar-se campeão, com os mesmos 12pontos ocorridos no setor feminino, seguido da Conforlimpa (33p) e Maia AC (53p).
A 35ª Edição do Cross Internacional das Amendoeiras em Flor voltou a colocar Albufeira na ribalta do Atletismo. Esta é uma prova que já foi considerada a melhor do mundo na especialidade e que mantém ainda um particular encanto junto de público e atletas.

fonte: CMA

Anúncios

Deixe um comentário

Filed under Uncategorized

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s